Entrevista

Entrevistador: Olá pessoal, estamos aqui com Leandro Leite, pesquisador do Centro Nacional de Referência em Tecnologia Assistiva que vai nos contar a sensação de desenvolver projetos de inclusão. E aí Leandro?

Leandro: Eu faço trabalho de projeto de pesquisa para o Governo Federal para ajudar com tecnologia assistiva para surdos e para vários outros tipos de deficiencia. Precisa haver inclusão.

Entrevistador: Muito legal Leandro. É sempre bom conhecer quem quer fazer a diferença na vida das pessoas. Mas agora, conte para a gente como tudo começou, sua formação e toda sua trajetória acadêmica.

Leandro: Meu sonho era me formar na faculdade de Recursos Humano e também pós em Gestao de Pessoas para no futuro ter desenvolvimento profissional. E também trabalhar com tecnologia assistiva.

Entrevistador: Uma história de aprendizado continuo sempre faz a diferença. Ainda sobre sua formação, você é fluente em LIBRAS, a língua brasileira de sinais. Conte para a gente como foi o seu aprendizado e também se existe algum site ou aplicativo que ensina a língua brasileira de sinais gratuitamente.

Leandro: Eu aprendi LIBRAS quando encontrei uma pessoa surda na APASCAMP, depois me acostumei com o bilinguismo: português, tradução e LIBRAS. Procure na internet o site: www.apascamp.org.br

Entrevistador: Muito legal suas colocações Leandro. Agora, para finalizar, deixe uma mensagem para quem está assistindo a nossa entrevista.

Leandro: A minha mensagem é de que é preciso acontecer a inclusão na sociedade. Não pode haver preconceito. Todas as pessoas precisam ajudar na comunicação com as pessoas deficientes auditivas.

Entrevistador: Gente, é isso. Mas, antes de encerrar, gostaria de deixar uma mensagem para vocês. A maior deficiência é não incluir. Compartilhe este filme com familiares, amigos enas suas redes sociais para que juntos possamos fazer com que todos revejam seus conceitos. Até mais.

INÍCIO